♫AMIGOS DO AFRO CORPOREIDADE♫

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

*Em destaque meu Trabalho sobre Capoeira e Futebol do Município de Queimados publicado na Revista do CONFEF de dezembro de 2012*

*As pesquisas que realizei com meus alunos de Queimados estão publicadas na Revista do Conselho Federal de Educação Física, matéria de capa, tema Com Um Toque de Criatividade: Na ginga da Capoeira e do Futebol, dezembro de 2012. A revista é on line e impressa acessem:
http://www.confef.org.br/extra/revistaef/show.asp?id=4056
*Entrevista e Aula de Capoeira com o Mestre Comprido na Vila Olímpica de Queimados. Aqui a professora Denise Guerra Jogando Capoeira como Mestre Comprido*
*Estes são os alunos que compareceram na realização da entrevista e aula de capoeira  na Vila Olímpica de Queimados*
*Entrevista dos alunos ao profº Monteiro, presidente do Queimados Futebol Clube, na sede do clube que completou 90 anos nesta cidade tão jovem que só tem 22anos. Agradecemos ao CONFEF pela entrevista e divulgação do trabalho da Educação Física de Queimados que está sendo muito valorizada com a gestão incentivadora que possui neste momento*

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

*Encontro Pedagógico: Cultura Afro-brasileira nas Escolas - Redescobrir, Vivenciar, Compartilhar*

*Ministrei Palestra e Oficina para a equipe docente da E.M. Washington Manoel de Souza da qual também  faço parte da equipe docente. 
*A colega Nacyr, coordenadora pedagógica do turno da tarde, gentilmente preparou umas cocadinhas moles para nós, um mimo de recordação deste momento de crescimento da equipe!*
*A implementação da lei 10.639/03 que já vai completar 10 anos, a implicação das diversas disciplinas do curriculum, o que cabe a cada uma das disciplinas no ensino da cultura afro? como buscar recursos, informações para melhorar nossa abordagem sobre a cultura afro nas nossas aulas? estes foram alguns dos questionamentos encaminhados durante a palestra com a equipe*
*Então, se é para estudar, aprender, compartilhar, movimentar, aqui estou eu...
*Nossa equipe sempre disponível! aqui da esquerda para direita professora Fátima Matos, Diretora Nira, Coordenadora pedagógica Marlies, Vice Diretora Marly Assis*
*Na dinâmica do tecido, tecemos nossa interatividade, nossa cultura corporal coletiva, fomentando nossa implicação neste curriculum e nesta cultura afro-brasileira que precisa ser valorizada, implementada, reconhecida!*
*A equipe na dinâmica do tecido: "Quem conhece o ontem e o hoje conhecerá o amanhã, porque o fio do tecelão é o futuro, o pano tecido é o presente, o pano tecido e dobrado é o passado." (provérbio Fulani).*
*Mais uma dinâmica, o "barangandão" mostrando a alegria da diversidade de cores convivendo e compartilhando do mesmo movimento*
*A diretora Nira agradecendo a professora Denise Guerra pela dedicação com que encaminha seus trabalhos na escola, seja com a equipe ou com os alunos! e eu agradeço imensamente a confiança no meu trabalho e as oportunidades que esta escola, nossos alunos e este município tem me dado! Axé*

terça-feira, 6 de novembro de 2012

*Entrevista ao Portal do Mec - Espaço do Professor sobre meu trabalho com Diversidade Étnica*

*Mais uma publicação sobre o meu trabalho com Diversidade Étnica no Portal do Mec...
*Confiram os detalhes abaixo! Aqui com meus alunos fazendo uma brincadeira africana chamada "Obwisana"*

Diversidade étnica brasileira motiva trabalho de professora fluminense
Professora da rede pública municipal de Queimados, no Rio de Janeiro, Denise Guerra dos Santos leciona educação física na Escola Municipal Professor Washington Manoel de Souza. Ela dá aulas para alunos dos oitavos e nonos anos do ensino fundamental. Sua experiência profissional inclui também dez anos de atuação como musicoterapeuta na educação especial.
Para ela, ser professora é estar comprometida com a busca de um presente construtivo que irá resultar em um futuro promissor e se encantar com as descobertas e o crescimento dos alunos. E ser professora de educação física é “levar um pouco de cada aluno dentro de si jogando os diversos jogos, ampliando os diversos corpos, interagindo com diversos mundos, sonhando juntos para um dia virar realidade”, avalia.
Formada em educação física e em musicoterapia, Denise tem pós-graduação em psicomotricidade e em cultura africana e afro-brasileira. “Sempre me interessei pelo viés da diversidade étnica tão impregnada na formação do país e do povo brasileiro”, ressalta. Adepta do trabalho com projetos, em 2012 Denise está focada na valorização do patrimônio imaterial por meio de pesquisas sobre a cultura corporal de Queimados, de modo a resgatar parte da história da capoeira e do futebol no município.
Segundo ela, as áreas de musicoterapia e educação física têm várias interseções e utilizam seus recursos práticos – músicas, danças, jogos etc – para interferir nas estruturas emocionais, psicomotoras e sociais de cada sujeito. Em suas aulas, Denise procura colaborar com a aprendizagem geral dos estudantes, bem como com a melhoria na autoestima, a inclusão e a não discriminação quanto ao gênero, etnia, condição física ou social de cada aluno. “Trabalho especialmente com vivências práticas e pesquisas, minhas e dos alunos, que busquem ressignificar a cultura corporal produzida na comunidade escolar, dando ênfase ao pertencimento através da expressão corporal, danças, jogos, esportes, brincadeiras, folclore, cultura afro-brasileira e indígena”, explica.
Além do blog da Escola Washington Manoel, a professora Denise assina outros dois blogs. O blog Afrocorporeidade é um espaço dedicado ao estudo, discussão, reflexão e publicação de temas relacionados à cultura corporal advinda das matrizes africanas; no blog Ecos da Cultura Popular, a ênfase está na cultura popular e indígena. Ela participa, desde 2008, da revista online África e Africanidades. Textos escritos por ela podem ser lidos na coluna Corpo: Som e Movimento. (Fátima Schenini)

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

*Entrevista ao Portal do MEC: Professoras do Rio de Janeiro tornam a aprendizagem mais significativa com saídas pedagógicas*

*O portal do MEC publicou uma entrevista sobre o meu trabalho e da professora Fátima Muniz sobre saídas pedagógicas...Aqui algumas fotos das atividades que realizei na nossa escola de Queimados...Nesta foto estamos na porta do Museu Histórico Nacional, fomos ver a exposição Hereros do Sérgio Guerra.
*Aqui no Centro Cultural do Banco do Brasil - Rio de Janeiro - exposição sobre a Rio + 20.
*Belmonte Futebol Clube, time de Queimados com 56 anos de história.
*Espaço Cultural Queimados Encena - filme "O palhaço".
*Espaço Cultural e Museu da Marinha do Brasil - RJ.
*Queimados Futebol Clube, time com 90 anos de existência*
*Entrevista sobre Capoeira seguida de aula com Mestre Comprido na Vila Olímpica de Queimados.

As saídas pedagógicas ocorrem habitualmente na Escola Municipal Professor Washington Manoel de Souza, no município fluminense de Queimados. “As visitas contribuem para tornar a aprendizagem mais estimulante e enriquecedora e também para a expansão das fronteiras entre o espaço escolar e o mundo externo”, ressalta Denise Guerra dos Santos, professora de educação física. “As saídas pedagógicas trazem riquezas de conhecimentos simultâneos, além do conteúdo proposto”, salienta Fátima Muniz, professora de história.
Em geral, as duas trabalham de forma interdisciplinar. Os passeios são imaginados individualmente, mas discutidos e realizados com apoio mútuo e, invariavelmente, com a participação de outros professores. “Sempre planejamos as saídas em conjunto“, diz Fátima, que leciona a turmas do sétimo ano do ensino fundamental. “Trocamos sugestões e a nossa participação é intensa.”
Segundo Denise, que dá aulas a turmas de oitavo e nono anos do ensino fundamental, os alunos têm, durante as visitas, a oportunidade de conhecer lugares interessantes e divertidos. Também entram em contato, de forma dinâmica e agradável, com o conteúdo pedagógico e com projetos das respectivas séries e das diversas disciplinas.
“As saídas também se propõem a estreitar os laços entre alunos de diferentes turmas, a escola, a família e a sociedade como um todo, favorecendo as relações de convivência e desenvolvendo a capacidade de trabalhar em grupo”, explica Denise, que está há oito anos no magistério.
Graduada em educação física e em musicoterapia, com pós-graduação em psicomotricidade e em cultura africana e afro-brasileira, ela acredita que os passeios desenvolvem, ainda, qualidades como empenho, organização, flexibilidade, tolerância, espírito esportivo, princípios éticos e de cidadania.
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=2466
Sigam o link e leiam a entrevista na íntegra...

sábado, 20 de outubro de 2012

*Seminário Mitos e Ritos da Cultura Popular*

Seminário promovido pelo capoeirista Feinho e Grupo Sopro de Gaia

*No espaço mágico das Faculdades Integradas de Jacarépaguá...Dançamos coco, jongo, samba de roda...
*Tocamos um pouco de capoeira e outras ritmos...
*Dançamos Cacuriá!
*Com uma pausa para uma Feijoada maravilhosa!
*Foi tudo de bom dançar, cantar, brincar com este grupo de novos amigos! 

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫
♫VIOLÃO * CAVAQUINHO * GUITARRA * BAIXO * FLAUTA * SAXOFONE * TROMPETE * TROMBONE * CLARINETE * GAITA * PIANO * TECLADO * CANTO * BATERIA * PERCUSSÃO GERAL♫ RUA IGARATÁ, Nº566 - MARECHAL HERMES - Rio de Janeiro* TEL(S):3456-1510/8133-3559* www.empentagrama.kit.net

*Registrado no Creative Commons*

Licença Creative Commons
Afro-Corporeidade e Africanidades de Denise Guerra dos Santos é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at afrocorporeidade.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://afrocorporeidade.blogspot.com.

*FRUTOS DA DIÁSPORA AFRICANA*

*ACESSE http://www.africaeafricanidades.com.br*

*ACESSE  http://www.africaeafricanidades.com.br*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*
*Frase do Livro "Feijoada no Paraíso" Besouro*
Related Posts with Thumbnails

♫SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS♫

  • *CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. 6ª edição. Belo Horizonte: Itatiaia, 1988.
  • *COSTA, Clarice Moura. O Despertar para o outro: Musicoterapia. São Paulo: Summus Editorial, 1989.
  • * FREGTMAN, Carlos Daniel. Corpo, Música e Terapia. São Paulo: Editora Cultrix Ltda,1989.
  • *EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003.
  • * FREYRE, Gilberto. Casa grande e Senzala. 50ª edição. São Paulo: Global Editora, 2005.
  • *HOBSBAWN, Eric J. História Social do Jazz. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.
  • *LOPES, Nei. Bantos, Malês e Identidade Negra. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.
  • *_________. Dicionário Escolar Afro-Brasileiro. São Paulo: Selo Negro, 2006.
  • *_________. Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana. São Paulo: Selo Negro, 2004.
  • *_________. O Negro no Rio de Janeiro e sua Tradição Musical: Partido Alto, Calango, Chula e outras Cantorias. Rio de Janeiro: Pallas, 1992.
  • PEREIRA, José Maria Nunes. África um Novo Olhar. Rio de Janeiro: CEAP, 2006.
  • *RAMOS, Arthur. O Folclore Negro do Brasil. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
  • *ROCHA, Rosa M. de Carvalho. Almanaque Pedagógico Afro-Brasileiro: Uma proposta de intervenção pedagógica na superação do racismo no cotidiano escolar. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2006.
  • *___________. Educação das Relações Étnico-Raciais: Pensando referenciais para a organização da prática pedagógica. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2007.
  • *ROSA, Sônia. CAPOEIRA(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *__________. JONGO(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *___________. MARACATU(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *SANTOS, Inaicyra Falcão. Corpo e Ancestralidade: Uma proposta pluricultural de dança-arte-educação. São Paulo: Terceira Margem, 2006.
  • *SODRÉ, Muniz. Samba o Dono do Corpo. Rio de Janeiro: Mauad, 1998.
  • TINHORÃO, José Ramos. Música Popular Brasileira de Índios, Negros e Mestiços.RJ: Vozes, 1975.
  • _________ Os sons dos negros no Brasil. São Paulo: Art Editora, 1988.