♫AMIGOS DO AFRO CORPOREIDADE♫

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

♫Dona IVONE LARA foi a grande homenageada da 21ª edição do Prêmio da Música Brasileira celebrado na reabertura do Theatro Municipal♫


O Theatro Municipal do Rio de Janeiro abriu suas portas, lindíssimo e totalmente reformado, na quarta-feira (11/08) para a 21ª edição do Prêmio de Música Brasileira. E teve como ilustre  homenageada da noite, a grande Dama do samba Dona Ivone Lara.
O evento foi apresentado de forma bem-humorada e super descontraída pela atriz Débora Bloch. Os artistas foram premiados dentro de diversas subcatgorias como MPB, Samba, Pop Rock, Eletrônico, Regional, Projeto Especial e Canção Popular.
E na noite que celebrava a grande dama de todos os sambistas, vários músicos como Roberta Sá, Caetano Veloso, Alcione, Lenine e Arlindo Cruz subiram ao palco para demonstrar o carinho pela cantora e compositora.  Foram premiados 35 artistas dentre os 105 indicados.
Na apresentação sob direção musical de Rildo Hora, Maria Bethânia ganhou o troféu de melhor disco MPB por "Encanteria" e também faturou o prêmio de Melhor Cantora. Ela ainda ganhou a Melhor Canção (por "Feita na Bahia", de Roque Ferreira). Ney Matogrosso não compareceu ao evento mas não deixou de ser premiado como Melhor Cantor.
A eterna Marrom Alcione foi a vencedora de Melhor Cantora de Samba estava fenomenal com seu look rosa. Ela não viria para a apresentação por conta de uma gripe! "Eu não ia vir mais pois passei muito mal porque estava gripada. Mas como já tinha feito vestido e tudo para homenagear aqui a Dona Ivone Lara, fiz questão de marcar presença", assumiu.
Daniela Mercury foi eleita por voto popular como Melhor Cantora. Elba Ramalho ganhou o prêmio de Melhor Cantora Regional. A paraibana revelou ao que tem uma singela dívida com Dona Ivone Lara. É que a homenageada da noite lhe ensinou a sambar! "Ela me estimulou a sambar com essas belíssimas melodias que sempre fez e até me ensinou alguns passinhos!", admitiu a loira, mostrando no pé que aprendeu mesmo
Maria Bethânia saiu como a grande vencedora da noite – levando os prêmios nas categorias Melhor Canção (por "Feita na Bahia", de Roque Ferreira), Melhor Disco de MPB (Encanteria) e Melhor Cantora de MPB..
E para fechar a cerimônia com chave de ouro, não podia faltar a própria homenageada cantando algumas de suas mais queridas canções, "Sonho Meu" e "Sorriso Negro". Com seus 89 anos de vida, Dona Ivone Lara foi vista sentadinha confortavelmente em uma cadeira no centro do palco, e aos poucos, foi sendo aclamada pelo público que se levantava dos seus assentos para aplaudi-la de pé . Majestosa, a grande dama de Madureira continuava encantando e mostrando seu talento que não passou com o tempo.
*Fonte:http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/musica/

3 comentários:

lucidreira disse...

Muito, mais, muito lindo a homenágem a dono Ivone Lara, e fico mais ainda feliz com a presença de tantos baianos!
É sinal que a Bahia tem!
Bjos e abraço

Guará Matos disse...

Só não concordo com a "grande dama de Madureira"! D. Ivone Lara é a Grande Dama do Rio de Janeiro, do Brasil, da música, do Samba...

Bjs.

Denise Guerra disse...

É verdade Guará!!!! Lú, a sua Bahia não sai do Rio, até porque nossas águas também desaguam na Bahia!!! Bjs para os dois!!!

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫
♫VIOLÃO * CAVAQUINHO * GUITARRA * BAIXO * FLAUTA * SAXOFONE * TROMPETE * TROMBONE * CLARINETE * GAITA * PIANO * TECLADO * CANTO * BATERIA * PERCUSSÃO GERAL♫ RUA IGARATÁ, Nº566 - MARECHAL HERMES - Rio de Janeiro* TEL(S):3456-1510/8133-3559* www.empentagrama.kit.net

*Registrado no Creative Commons*

Licença Creative Commons
Afro-Corporeidade e Africanidades de Denise Guerra dos Santos é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at afrocorporeidade.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://afrocorporeidade.blogspot.com.

*FRUTOS DA DIÁSPORA AFRICANA*

*ACESSE http://www.africaeafricanidades.com.br*

*ACESSE  http://www.africaeafricanidades.com.br*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*
*Frase do Livro "Feijoada no Paraíso" Besouro*
Related Posts with Thumbnails

♫SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS♫

  • *CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. 6ª edição. Belo Horizonte: Itatiaia, 1988.
  • *COSTA, Clarice Moura. O Despertar para o outro: Musicoterapia. São Paulo: Summus Editorial, 1989.
  • * FREGTMAN, Carlos Daniel. Corpo, Música e Terapia. São Paulo: Editora Cultrix Ltda,1989.
  • *EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003.
  • * FREYRE, Gilberto. Casa grande e Senzala. 50ª edição. São Paulo: Global Editora, 2005.
  • *HOBSBAWN, Eric J. História Social do Jazz. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.
  • *LOPES, Nei. Bantos, Malês e Identidade Negra. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.
  • *_________. Dicionário Escolar Afro-Brasileiro. São Paulo: Selo Negro, 2006.
  • *_________. Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana. São Paulo: Selo Negro, 2004.
  • *_________. O Negro no Rio de Janeiro e sua Tradição Musical: Partido Alto, Calango, Chula e outras Cantorias. Rio de Janeiro: Pallas, 1992.
  • PEREIRA, José Maria Nunes. África um Novo Olhar. Rio de Janeiro: CEAP, 2006.
  • *RAMOS, Arthur. O Folclore Negro do Brasil. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
  • *ROCHA, Rosa M. de Carvalho. Almanaque Pedagógico Afro-Brasileiro: Uma proposta de intervenção pedagógica na superação do racismo no cotidiano escolar. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2006.
  • *___________. Educação das Relações Étnico-Raciais: Pensando referenciais para a organização da prática pedagógica. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2007.
  • *ROSA, Sônia. CAPOEIRA(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *__________. JONGO(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *___________. MARACATU(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *SANTOS, Inaicyra Falcão. Corpo e Ancestralidade: Uma proposta pluricultural de dança-arte-educação. São Paulo: Terceira Margem, 2006.
  • *SODRÉ, Muniz. Samba o Dono do Corpo. Rio de Janeiro: Mauad, 1998.
  • TINHORÃO, José Ramos. Música Popular Brasileira de Índios, Negros e Mestiços.RJ: Vozes, 1975.
  • _________ Os sons dos negros no Brasil. São Paulo: Art Editora, 1988.