♫AMIGOS DO AFRO CORPOREIDADE♫

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

*TEMPOS SONHADOS DO POETA ANGOLANO FRAGATA DE MORAIS*

O amigo e poeta angolano Fragata de Morais, além de estar sempre nos prestigiando com suas visitas poéticas, disponibilizou seus poemas para serem publicados no Afro Corporeidade. Desta forma escolhi o seu "Tempos Sonhados" publicado no livro acima SUMAÚMA, editado pela União dos escritores angolanos para que possamos sonhar realmente com dias melhores para a humanidade. Boa Leitura! Afro Abraços! Denise Guerra.

TEMPOS SONHADOS(Fragata de Morais)

Aprendizes

pronto transformados

em feiticeiros

apagaram incólumes

os tempos do futuro

Restou

na obscuridade

o sonho

de vislumbrar

o eco da esperança

do amor

da lembrança

da dor

sempre ao sabor

de um vai sem vem

que é de todos

e não o é de ninguém
*
*Fonte:

6 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Lindo lindo amiga. Parabéns ao poeta e a você por compartilhar.
Beijos

Denise Guerra disse...

Oi Wanderley, isto é a melhor coisa da rede: difundir idéias e expandir os contatos. Bjs!

FRAGATA DE MORAIS disse...

Cara Denise,
Sinto-me lisonjeado pela sua consideração. Muito obrigado.
De facto as mãos estendidas sobre esse pequeno mar chamado Atlântico, muito reforçam o intercâmbio cultural e pessoal.
Fragata de Morais

Denise Guerra disse...

Caro Poeta, mereces tudo de melhor! Agradeço imensamente a generosidade de tornar o meu blog mais sublime através do seu poema!Seja sempre bem-vindo!Afro-abraços!

Silvana Nunes .'. disse...

As baianas são divinas, é a ala mais importante de uma escola de samba. Muito interessante o seu post.
E o carnaval ? Pulando muito ?
beijo.

Denise Guerra disse...

Oi Silvana, as tias bahianas ajudaram na proteção dos sambistas que criaram o samba cedendo suas casas e enconbrindo as rodas para que a polícia não acabasse com os batuques. Elas fizeram uma espécie de maternagem quando enquanto o samba nascia e crescia. Tô vendo o carnaval passar bem devagar, já pulei muito. Bom carnaval! Bjs!

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫
♫VIOLÃO * CAVAQUINHO * GUITARRA * BAIXO * FLAUTA * SAXOFONE * TROMPETE * TROMBONE * CLARINETE * GAITA * PIANO * TECLADO * CANTO * BATERIA * PERCUSSÃO GERAL♫ RUA IGARATÁ, Nº566 - MARECHAL HERMES - Rio de Janeiro* TEL(S):3456-1510/8133-3559* www.empentagrama.kit.net

*Registrado no Creative Commons*

Licença Creative Commons
Afro-Corporeidade e Africanidades de Denise Guerra dos Santos é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at afrocorporeidade.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://afrocorporeidade.blogspot.com.

*FRUTOS DA DIÁSPORA AFRICANA*

*ACESSE http://www.africaeafricanidades.com.br*

*ACESSE  http://www.africaeafricanidades.com.br*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*
*Frase do Livro "Feijoada no Paraíso" Besouro*
Related Posts with Thumbnails

♫SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS♫

  • *CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. 6ª edição. Belo Horizonte: Itatiaia, 1988.
  • *COSTA, Clarice Moura. O Despertar para o outro: Musicoterapia. São Paulo: Summus Editorial, 1989.
  • * FREGTMAN, Carlos Daniel. Corpo, Música e Terapia. São Paulo: Editora Cultrix Ltda,1989.
  • *EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003.
  • * FREYRE, Gilberto. Casa grande e Senzala. 50ª edição. São Paulo: Global Editora, 2005.
  • *HOBSBAWN, Eric J. História Social do Jazz. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.
  • *LOPES, Nei. Bantos, Malês e Identidade Negra. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.
  • *_________. Dicionário Escolar Afro-Brasileiro. São Paulo: Selo Negro, 2006.
  • *_________. Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana. São Paulo: Selo Negro, 2004.
  • *_________. O Negro no Rio de Janeiro e sua Tradição Musical: Partido Alto, Calango, Chula e outras Cantorias. Rio de Janeiro: Pallas, 1992.
  • PEREIRA, José Maria Nunes. África um Novo Olhar. Rio de Janeiro: CEAP, 2006.
  • *RAMOS, Arthur. O Folclore Negro do Brasil. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
  • *ROCHA, Rosa M. de Carvalho. Almanaque Pedagógico Afro-Brasileiro: Uma proposta de intervenção pedagógica na superação do racismo no cotidiano escolar. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2006.
  • *___________. Educação das Relações Étnico-Raciais: Pensando referenciais para a organização da prática pedagógica. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2007.
  • *ROSA, Sônia. CAPOEIRA(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *__________. JONGO(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *___________. MARACATU(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *SANTOS, Inaicyra Falcão. Corpo e Ancestralidade: Uma proposta pluricultural de dança-arte-educação. São Paulo: Terceira Margem, 2006.
  • *SODRÉ, Muniz. Samba o Dono do Corpo. Rio de Janeiro: Mauad, 1998.
  • TINHORÃO, José Ramos. Música Popular Brasileira de Índios, Negros e Mestiços.RJ: Vozes, 1975.
  • _________ Os sons dos negros no Brasil. São Paulo: Art Editora, 1988.