♫AMIGOS DO AFRO CORPOREIDADE♫

sábado, 5 de dezembro de 2009

*A IMAGEM CORPORAL ATRAVÉS DO LUDUS E DA ARTE*

*Por Denise Guerra*
Grávida estive a primeira vez que cruzei com este tema e me rendeu a monografia da graduação em musicoterapia. Meu pensamento se impregna de cores e de luzes quando este assunto tão fértil me aparece com seus possíveis frutos. Muito me empolga pensar no espaço lúdico do ser, e em todas as áreas sou remetida a estes elementos. Não consigo ver o homem sem o ludus, sem a arte. Sua essência está nestas sementes a brotar-lhe a vida inteira.

Dentro da psicomotricidade existe um ponto chave que faz o SER estar, é a IMAGEM CORPORAL (uma das estruturas psicomotoras mais importantes). A imagem corporal é o sentimento que você tem do seu próprio eu, como você se percebe e sente, enquanto ser no mundo, o seu pertencimento.

O lúdico é a forma mais característica de comunicação da criança; e é na infância que iniciamos as noções do eu, dos objetos e do mundo. A imagem corporal é estruturada a partir das vivências da criança e do investimento afetuoso que seus familiares puderam lhe dar, entretanto, por toda nossa vida estaremos construindo, desconstruindo e reconstruindo novas imagens deste eu que somos e seremos sobre esta base formadora.

A arte pode assumir vários sabores conforme o artista em questão. Pode parecer um meio de expressão, contar histórias, criticar, sonhar, brincar, esconder-se, interagir, tocar, valorizar, formar o seu eu ou a sua nação. O melhor de tudo é quando se brinca com a arte ou quando se faz arte brincando, vira coisa de pele, o ser espontâneo prevalece e torna-se capaz de grandes feitos. Talvez possamos dizer que este seria o melhor caminho para a plenitude da alma, tal como escreve Rubem alves:

“É necessário pegar o texto
da mesma forma como se pega uma flauta,
pra acordar o artista que dorme em nós,
ou como quem pega uma pipa,
fazendo voar os pensamentos.
É sempre assim com a arte e o brinquedo:
O prazer só vem
quando o corpo se põe a dançar.”

*Denise - Pensando alto
*Imagem: http://www.pilobolus.com/
*
http://www.rubemalves.com.br
*Não consegui achar o nome deste poema do Rubem Alves

2 comentários:

Guará Matos disse...

Seus pensamentos foram "ouvidos" aqui.
Bela dissertação.
Bjs.

Denise Guerra disse...

Obrigada Guará, vc é muito gentil!Bjs!

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫

♫ESCOLA DE MÚSICA PENTAGRAMA♫ Direção Mapinha * Músico-Professor♫
♫VIOLÃO * CAVAQUINHO * GUITARRA * BAIXO * FLAUTA * SAXOFONE * TROMPETE * TROMBONE * CLARINETE * GAITA * PIANO * TECLADO * CANTO * BATERIA * PERCUSSÃO GERAL♫ RUA IGARATÁ, Nº566 - MARECHAL HERMES - Rio de Janeiro* TEL(S):3456-1510/8133-3559* www.empentagrama.kit.net

*Registrado no Creative Commons*

Licença Creative Commons
Afro-Corporeidade e Africanidades de Denise Guerra dos Santos é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at afrocorporeidade.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://afrocorporeidade.blogspot.com.

*FRUTOS DA DIÁSPORA AFRICANA*

*ACESSE http://www.africaeafricanidades.com.br*

*ACESSE  http://www.africaeafricanidades.com.br*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*

*"Capoeira é de Todos e de Deus. Mundo e gentes têm mandinga, Corpo tem Poesia, Capoeira tem Axé"*
*Frase do Livro "Feijoada no Paraíso" Besouro*
Related Posts with Thumbnails

♫SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS♫

  • *CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. 6ª edição. Belo Horizonte: Itatiaia, 1988.
  • *COSTA, Clarice Moura. O Despertar para o outro: Musicoterapia. São Paulo: Summus Editorial, 1989.
  • * FREGTMAN, Carlos Daniel. Corpo, Música e Terapia. São Paulo: Editora Cultrix Ltda,1989.
  • *EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003.
  • * FREYRE, Gilberto. Casa grande e Senzala. 50ª edição. São Paulo: Global Editora, 2005.
  • *HOBSBAWN, Eric J. História Social do Jazz. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.
  • *LOPES, Nei. Bantos, Malês e Identidade Negra. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.
  • *_________. Dicionário Escolar Afro-Brasileiro. São Paulo: Selo Negro, 2006.
  • *_________. Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana. São Paulo: Selo Negro, 2004.
  • *_________. O Negro no Rio de Janeiro e sua Tradição Musical: Partido Alto, Calango, Chula e outras Cantorias. Rio de Janeiro: Pallas, 1992.
  • PEREIRA, José Maria Nunes. África um Novo Olhar. Rio de Janeiro: CEAP, 2006.
  • *RAMOS, Arthur. O Folclore Negro do Brasil. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
  • *ROCHA, Rosa M. de Carvalho. Almanaque Pedagógico Afro-Brasileiro: Uma proposta de intervenção pedagógica na superação do racismo no cotidiano escolar. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2006.
  • *___________. Educação das Relações Étnico-Raciais: Pensando referenciais para a organização da prática pedagógica. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2007.
  • *ROSA, Sônia. CAPOEIRA(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *__________. JONGO(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *___________. MARACATU(série lembranças africanas). Rio de Janeiro: Pallas, 2004.
  • *SANTOS, Inaicyra Falcão. Corpo e Ancestralidade: Uma proposta pluricultural de dança-arte-educação. São Paulo: Terceira Margem, 2006.
  • *SODRÉ, Muniz. Samba o Dono do Corpo. Rio de Janeiro: Mauad, 1998.
  • TINHORÃO, José Ramos. Música Popular Brasileira de Índios, Negros e Mestiços.RJ: Vozes, 1975.
  • _________ Os sons dos negros no Brasil. São Paulo: Art Editora, 1988.